Ração para cachorro pequeno: Como escolher a melhor de 2022?

Como escolher ração para cachorro pequeno

Uma coisa é certa, seria ótimo se todas as rações criadas para os Pets fossem iguais. Entretanto, a realidade é que, há muitas opções de escolha disponíveis no mercado, uma infinidade de tipos de rações, para diferentes tipos de cães e casos, desde a mais econômica até a linha premium. Porém, devido a variedade, o tempo que gastamos escolhendo entre uma ração e outra, às vezes é cansativo. Pensando nisso, no artigo de hoje, vamos te ajudar nesse processo, te ajudando a escolher ração para cachorro pequeno.

As melhores rações para cachorro pequeno do mercado

Como escolher a melhor ração

Sempre na hora de comprar a ração do seu cão, surge aquela dúvida: como saber qual ração é de qualidade? Diante disso, o especialista Felipe Arnaud, que é médico veterinário em uma entrevista para a Revista “A lavoura” dá algumas dicas: “Uma boa ração com certeza deve conter carne, frutas, grãos e vegetais, a diferença vai ser na qualidade dessas matérias primas. Isso quer dizer que quanto melhor a fonte, melhor a ração e melhor será digerida pelo trato gastrointestinal do animal”, esclarece o especialista.

Para uma ração ser classificada como boa, ela deve ter em sua composição todos os nutrientes necessários fundamentais para a saúde dos cachorros, aí você pode estar se perguntando: Ah! Mas todas as rações fazem isso praticamente! Eu te digo que não! Muitas rações possuem nutrientes e substâncias que não agregam muito na alimentação do seu amigo, pode até ser que ela não faça tão mal, mas também não causa nenhum impacto positivo na alimentação dos cães. Você sabia que em alguns casos mais graves, algumas rações podem ser alérgicas, para o seu Pet? Tente evitar:

  • Rações muito coloridas: Esse tipo de ração, possui muito sódio e corantes, o que não vai fazer bem pro seu cão, se os corantes fazem mal até para nós, imagina para eles! Esse tipo de ração pode causar: problemas urinários, renais, e problemas de pele, como quedas de pelo.
  • Com muito conservantes: Todo alimento com muito conservante, com certeza não é bom! A maioria dos alimentos é claro, contém conservantes em sua fabricação, mas você sabia que existem alimentos que são livres dessas substâncias, ou pelo menos contém menos do que outros? No caso das rações é a mesma ideia, tente optar por rações que são livres de corantes, conservantes e aromatizantes artificiais, se possível, ou que contenham menos em sua composição.
  • Tente evitar rações com ingredientes “Low-Cost” que significa rações de baixo custo, rações econômicas, geralmente elas possuem baixo valor nutricional, contendo pouca proteínas e fibras, e muita gordura, carboidrato, grãos como milho, soja e trigo, os famosos centeios, que são utilizados somente para “aumentar”, para dar peso na ração, não que eles sejam os vilões, não é bem assim, mas algumas rações utilizam de muita quantidade desses ingredientes, o que torna ela sem nenhum valor nutricional, o ideal é que ela tenha esses ingredientes em pouca quantidade e mais nutrientes realmente essenciais. Cuidado ao comprar rações muito econômicas, o barato sai caro, e o seu cachorro pode ficar com um déficit nutricional.
  • Rações com xarope de milho, além de não conter nenhum valor nutritivo, ele tem relação com o surgimento de diabetes, sobrepeso e alergias. O xarope de milho vicia, gerando grandes problemas por exemplo na troca de ração, se o seu cachorro só se alimenta com esse tipo de ração, ele vai te dar muito trabalho, na hora de trocar, se recusando a comer outro tipo, pois a substância é viciante.
  • Uma dica, sempre leia as especificações na embalagem: Quanto menor o texto, menor são as substâncias prejudiciais presentes na ração. Pesquisar sobre cada ingrediente é muito importante também, por isso procure entender o que faz cada substância presente na ração do seu Pet, assim dificilmente você será enganado na hora de comprar uma ração de qualidade, conhecimento é poder!!

Na hora de escolher a melhor ração, é importante destacar que nem todo cão possui as mesmas necessidades nutricionais, um cachorro de raça grande, tem uma alimentação diferente do de raça pequena, do filhote, do idoso etc. Se o seu amiguinho é de raça pequena, e você quer saber como escolher a melhor ração para cachorro pequeno, fica aqui comigo, já já falaremos disso!

Como saber se a ração está fazendo mal pro meu cachorro

Todo proprietário conhece bem o seu amigo de quatro patas. Sabe de cor os hábitos, os interesses, o gênio etc. E conhecer bem o seu cão, é fator determinante para saber se ele está adoecido, pois o principal sintoma é a mudança na conduta.

Se você notar que seu amigo está agindo estranho, a melhor decisão é procurar um médico veterinário para fazer um check-up na saúde do seu cachorro. Nem todos o cães adoecem da mesma maneira, alguns podem chorar e ficar desanimados, outros podem demonstrar agressividade e hiperatividade, também podem ter sintomas mais graves, como: vômitos, febre, problemas de pele como alergias e coceiras persistentes, etc.

A dica é:

  • Faça acompanhamento no veterinário
  • Esteja com as vacinas em dia
  • Ofereça alimentação de qualidade ao seu amigo
  • Leve-o para passear, exercício físico é muito importante para o seu Pet.

Ração para cachorro pequeno

Se você tem um Pet de pequeno porte, necessita de uma ração para cachorro pequeno, para assim cuidar muito bem do seu amigo peludo. Vamos às dicas?

  • Prefira as com mais proteínas e gorduras: A principal diferença entre os variados tipos de rações, é que aquelas para cães pequenos possuem mais proteína e gordura, isso porque, o cão de raça menor tem um metabolismo mais acelerado, e gasta mais energia, então é muito importante considerar esse fato na hora de comprar a sua ração.
  • Opte por rações Premium, ou Super Premium que contém proteína de muita qualidade, e são muito completas.
  • Evite as econômicas e comuns: pois elas possuem poucos nutrientes e mais carboidratos e gorduras.
  • A ração para cachorro pequeno deve conter grãos menores. Isso facilita a alimentação do seu amigo peludo, que terá mais facilidade na hora de mastigar.
  • Dê a quantidade correta de porções: Por ser uma raça menor, eles comem menos, fique atento para não exagerar na dose, hein!

Se você gostou do artigo de hoje, sobre como escolher ração para cachorro pequeno, curte aí, compartilhe e comente com seus amigos!

Joice Franco
O que você achou desta promoção?

Deixe uma Comentário

Promoções.PET
Logo